Rede Social de Monterealonline

Últimas notícias

Not&iacue;cia - Monte Real já tem um centro de negócios!
(clique na foto para ampliar)

Monte Real já tem um centro de negócios!

Agora já há um centro de negócios em Monte Real, o Centro de Negócios de Monte Real. Abrirá na Rua de Leiria, 15 no Edifício Real Estudo, e foi inspirado em vários espaços semelhantes – escritórios partilhados – um pouco por todo o país.

A oferta do espaço inclui salas de reuniões, espaços comuns de trabalho, escritórios e escritórios virtuais.

O mercado alvo passa por freelancers, empresários, empreendedores, agências, estúdios e startups.

Visite o website - escritorioscnmr.pt
partilhar


(clique na foto para ampliar)

Nova petição solicita que B.A.5 seja aberta à aviação civil

As vantagens económicas e de desenvolvimento para a região seriam enormes.

Mesmo sem lobbies empresariais ou políticos locais e na Assembleia da República que defendam projectos estruturantes para o distrito de Leiria, a pressão para a abertura da Base Aérea de Monte Real (B.A.5) à aviação civil voltou a apanhar fôlego neste final de ano.
Aproveitando a vinda do Papa Francisco a Fátima, a 12 e 13 de Maio, foi criada uma petição dirigida ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ao presidente da Assembleia da Rapública, Eduardo Ferro Rodrigues, e ao primeiro-ministro António Costa, que solicita que voos comerciais possam aterrar naquela base da Força Aérea, dada a proximidade a Fátima e o potencial da centralidade de um tal aeroporto, nos limites geográficos do País.
O primeiro subscritor desta petição, que em menos de 24 horas alcançou já 213 assinaturas, João Gomes refere que “para atrair para a esta região os grandes investimentos - Tesla, multinacionais, consórcios, “Autoeuropas”… - , são necessárias muitas infraestruturas, muitos recursos e apoios de toda a espécie, não bastam apenas boas acessibilidades.”
O petitionário adianta que, em Monte Real, “já existem sinergias no local: a geografia envolvente é uma planície, a malha urbana circundante é pouco densa, há terrenos do próprio estado espaçosos e disponíveis, há três quilómetros de pista de qualidade e com capacidade para receber qualquer avião, há recursos humanos qualificados na área da aviação, há knowhow na manutenção de aeronaves, há boas acessibilidades, existe a vila hospitaleira de Monte Real com capacidade de acolhimento, existe a proximidade ímpar com vários locais a escassos minutos de distância…”
João Gomes refere ainda que os distritos que poderão beneficiar da abertura desta infraestrutura serão Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leira, Santarém e até Portalegre. “Já temos Lisboa, Porto, Algarve e a Madeira na ‘moda’ em termos turísticos, pretendemos também colocar o Centro como destino mais atractivo, mas necessitamos dos mesmos meios que os restantes.”


www.jornaldeleiria.pt